Archive for abril, 2009

Livro: Amanecer

30/04/2009

amanecer1

  • Título: Amanecer
  • Autor: Stephenie Meyer
  • Editora: Alfaguara
  • Nota: de 01 à 10, 10! 🙂

No quarto e último livro da série, Bella e Edward precisam enfrentar desafios ainda maiores do que poderiam imaginar. Haveria uma saída?

Na minha opinião, Stephenie Meyer estava guardando o melhor para o final. Mais emoções, mais conflitos, a morte tão próxima à todo o tempo. A história termina completa. Pena que acabou!…

Qual será o limite?…

29/04/2009

Hoje estava navegando pela net e vi, nesses sites de fofoca e porcarias do gênero, que a tal da Boing-Boing (que eu esqueci o primeiro nome) tem prótese de 1,5kg de silicone em cada seio.

Ah?

Alguém me explica? Gente, eu juro que fico assustada às vezes com o que um ser humano é capaz de fazer ou de gostar nessa vida.

Sinistro.

Dia Mundial do Livro

23/04/2009

livro

Dupla delícia: o livro traz a vantagem de a gente poder estar só e ao mesmo tempo acompanhado.” Mário Quintana

Filme: Slumdog millionaire

21/04/2009
*****/*****

*****/*****

O filme conta a história do jovem Jamal que participa de um programa chamado Quem quer ser um milionário. Contra todas as possibilidades, o jovem sem estudos sabe responder às perguntas do show, o que surpreende à todos. Enquanto reflete sobre as respostas, vai se lembrando de sua própria história, e de maneira emocionante.

Não achava que esse filme prometia. Depois das zilhões de indicações – e premiações – da Academia, resolvi dar uma chance.

Que surpresa. Que grata surpresa!!! É muito bom! A história é rica e comovente. Eu, que nunca tinha assistido nenhuma produção indiana, vou passar a ficar mais de olho no que sai de lá. 🙂

E o que eu faço com essa tal tpm?…

20/04/2009

Ah, nem. Já falei: tpm é uma m.

Dá vontade de chorar porque o leite derramou, acabou a sobremesa, as costas estão doendo e a programação da tv tá péssima. Nem inspiração pra desabafar meu tédio aqui no blog eu tenho.

Inventam tanta coisa inútil, mas tanta coisa, que eu fico me perguntando porque ninguém aparece com um remédio que resolva isso. Ou será que já existe e eu que não sei?… Alguém…? Por favor…?

Livro: Eclipse

19/04/2009

21470304

  • Título: Eclipse
  • Autor: Stephenie Meyer
  • Editora: Alfaguara
  • Nota: de 01 à 10, 09!!!

Continua a série Luz e escuridão.

Diferentemente do “arrastado” volume dois, a autora voltou com tudo neste terceiro livro da saga de Bella e Edward. A leitura é rápida – apesar das enormes 619 páginas – e super dinâmica. Engoli o livro!!!!

Por que então a nota 09? Jacob, dessa vez, me pareceu insuportável. E Bella junto com ele, muitas vezes. Aff… Edward forever!!!! Hahahahahaha…

Agora… Amanecer!

Impulso

15/04/2009

Engraçado como às vezes fazemos umas coisas por impulso. Hoje fiz uma dessas.

Estava resolvendo uns pepinos no Centro Lido – que é um shoppingzinho que tem aqui perto – quando, passando em frente a um salão, resolvi entrar e cortar o cabelo.

Ah?

Pois é, do nada. Olhei, pensei (?) e entrei. 150 bolívares depois, aqui estou, com quase 20cm à menos.

Adorei! 🙂

Humildade é tudo

14/04/2009

Esses dias eu estava assistindo à uma premiação da Globo (acho que o nome era Melhores do Ano). Desde o começo, estava torcendo MUITO para que a Patrícia Pillar ganhasse o prêmio de melhor atriz, determinado por voto popular. Vamos combinar que ela simplesmente arrasou como D Flora, foi ou não foi?

Ela ganhou. E eu, que já comemorava no sofá, descobri que ela merecia muito mais.

Quando foi agradecer pelo reconhecimento, diferentemente de muitos colegas que nem um “valeu, Galera!” soltaram, ela disse que, dentre as várias pessoas que ela precisava citar, haviam três em especial que fizeram uma diferença enorme e a apoiaram muito durante todo o trabalho. “A cabeleleira Fulana de Tal, o maquiador Cicrano e a camareira Beltraninha. Sem vocês, eu não estaria aqui.”

Me deu uma vontade de aplaudir a moça de pé. Juro que deu.

Ele está vivo!!!

12/04/2009

Fé. Arrependimento. Perdão. Salvação. Renascimento.

Feliz Páscoa!

Filme: Gran Torino

09/04/2009
****/*****

****/*****

O personagem de Clint Eastwood é um veterano de guerra de um mal humor absurdo. Sem querer, protege seus vizinhos chineses e torna-se o herói do bairro. Passa a conviver com o jovem da casa ao lado e começa a ter o coração amolecido.

C.E. é sem noção de bom. Tanto como ator quanto como diretor. O filme é interessante e resgata alguns valores… Recomendo.